Boas práticas para Manutenção de Elevadores

Boas práticas para Manutenção de Elevadores

20210316 - Cysne Administradora de bens e Condomínios

16 mar Boas práticas para Manutenção de Elevadores

Elevador quebrado é sinônimo de dores de cabeça como custos elevados e muita reclamação dos condôminos. Por ser um equipamento com uso intenso, inevitavelmente os elevadores sofrem um desgaste natural e necessitam de manutenção constante. Nesses casos a prevenção é indispensável. Sem contar que em alguns municípios existem leis obrigam à renovação periódica da licença de funcionamento.

Diante disso, a escolha da empresa que irá executar a prevenção e correção de quebras durante a vigência do contrato é uma tarefa delicada. Por se tratar de um serviço técnico não é fácil para o síndico e administradores avaliar a competência do prestador de serviço. Buscar referências no mercado e em condomínios vizinhos pode ser uma boa prática.

Alguns componentes do elevador são mais propícios a apresentar problemas, tais como as portas e máquina de tração, a qual é formada por motor, freios, conjunto de engrenagens, cabos e polias. Todas essas partes devem ser revisadas periodicamente, pois seu desgaste não é percebido no uso diário e a troca envolve custos muito altos.

A manutenção preventiva realizada regularmente proporciona segurança e conforto dos usuários, economia de energia, custos menores nos reparos futuros, preservação da vida útil, além do atendimento à legislação e normas técnicas.



Feito só para você!
Embora a administração do condomínio seja pautada por seu regimento…
CLOSE
CLOSE