Qual a diferença entre elevador e plataforma elevatória?

Qual a diferença entre elevador e plataforma elevatória?

25 out Qual a diferença entre elevador e plataforma elevatória?

Por mais que ambos movam as pessoas para cima e para baixo, elevadores e plataformas elevatórias são bem diferentes!

Ao decidir entre os dois, pode ser confuso. Por isso preparei esse texto para descrever qual a diferença entre um elevador e uma plataforma elevatória de acessibilidade.

Explico quais são suas principais características, como funcionam e qual o melhor modelo para atender sua necessidade.

Vamos lá!

O que é uma plataforma elevatória de acessibilidade?

Os elevadores de plataforma são dispositivos de elevação acionados por um motor que transportam pessoas idosas e deficientes em cadeiras de rodas para cima e para baixo, permitindo que continuem a viver de forma independente em suas residências ou em locais com mais de um andar.

A maioria dos elevadores de plataforma é projetada para ser auto operada.

As plataformas elevatórias de acessibilidade também são comumente chamadas de elevadores de plataforma, plataforma para cadeirantes, elevadores de cadeiras de rodas, elevador de degraus, elevadores de acessibilidade ou elevadores de plataformas verticais.

Outro benefício da plataforma de acessibilidade é que ele pode ser usado em ambientes internos ou externos.

O que é um elevador?

Um elevador é um meio de transporte utilizado não apenas para o transporte de idosos e deficientes físicos como também demais passageiros.

Existem alguns tipos de elevadores, sendo eles os hidráulicos, com máquina de tração e sem máquina de tração, além dos elevadores residenciais.

Qual a diferença entre um elevador e uma plataforma elevatória?

Explicado o que é uma plataforma de acessibilidade e um elevador, vamos as suas principais diferenças.

Capacidade

Em relação à capacidade, as plataformas conseguem transportar no máximo aproximadamente 250kg, referente a uma pessoa de cadeira de rodas e mais um passageiro.

Já o elevador pode transportar uma carga bem maior. Para se ter uma ideia, um elevador de 8 passageiros tem capacidade de 600kg.

Percurso

Para as plataformas elevatórias, o percurso é um ponto de limitação, já que seu percurso máximo é de 4m. Então para residências com mais de 2 andares a instalação de uma plataforma pode ser inviável.

Já em relação aos elevadores seu percurso vai depender do seu tipo. Para elevadores residenciais, o percurso máximo é limitado em 12m.

Para elevadores de tração esse percurso é bem maior, ideal para grandes prédios. Elevadores hidráulicos tem uma limitação, atendendo prédios de no máximo 6 andares.

Velocidade

Quanto a velocidade, os elevadores são mais rápidos que a plataforma.

Plataformas elevatórias são feitas para a acessibilidade em pequenos percursos, então sua velocidade é reduzida.

Elevadores atingem velocidades mais altas, já que atendem grandes edifícios.

Elevadores hidráulicos são mais frequentemente encontrados em edifícios que atendem até cinco andares porque operam em velocidades mais lentas do que outros tipos de elevadores – normalmente 0,75m/s ou menos.

Cabine

A cabine do elevador deve ser, obrigatoriamente, fechada ou enclausurada.

Já a cabine de uma plataforma elevatória pode variar, dependendo do seu percurso.

Para percursos de 2m não é necessária uma cabine fechada, já se o percurso for de mais de 2m até 4m, há a necessidade de uma cabine enclausurada.

Preço

Os preços de um elevador e de uma plataforma vão variar bastante, assim como as suas características.

As plataformas elevatórias tem preços menores que os dos elevadores, numa faixa de R$20.000,00 até R$60.000,00.

Para os elevadores essa variação vai ser maior ainda, pois o seu tamanho, acabamento e capacidade e o tipo podem variar bastante.

Mas para se ter uma ideia, um elevador residencial fica em torno de R$50.000,00 até R$70.000,00.

Manutenção

Para ambos os transportes será necessária uma manutenção preventiva mensal.

Para o caso de uma residência unifamiliar não haverá essa obrigatoriedade.

Como decidir qual a melhor opção para mim?

Definir qual modelo será o ideal para a sua necessidade nem sempre é fácil, mas existem alguns pontos importantes que podem te ajudar nessa decisão.

Para definir se você precisa de uma plataforma ou de um elevador você precisa levar em conta para qual será a sua utilização.

Se for para ajudar na locomoção de algum familiar, de pessoas com deficiência ou com mobilidade reduzida, a escolha será da plataforma elevatória.

Isso se o percurso for menor do que 4m.

Agora se a necessidade é de transportar pessoas constantemente, a escolha será de um elevador.

Plataformas não foram feitas para fluxos constantes de pessoas. Já os elevadores tem essa função.

Espero que esse material tenha te ajudado a esclarecer algumas dúvidas nesse momento de escolher entre uma plataforma de acessibilidade ou um elevador.

Caso tenha alguma dúvida, Fale conosco. Será um prazer te responder.

Fonte: Meuelevador.com



Feito só para você!
As plataformas elevatórias de acessibilidade são fundamentais para a mobilidade…