O que muda nas rotinas de limpeza do condomínio?

O que muda nas rotinas de limpeza do condomínio?

20201029 Limpeza - Cysne Administradora de bens e Condomínios

29 out O que muda nas rotinas de limpeza do condomínio?

Muitos hábitos e comportamentos foram radicalmente alterados por conta da pandemia de covid-19. Alguns deles já estão sendo flexibilizados e outros talvez sejam descontinuados após o fim da pandemia. Para os condomínios houve mudanças significativas em algumas rotinas e a questão que paira no ar é se elas podem ser descontinuadas ou precisam ser mantidas.

Na realidade a pandemia acabou sendo um alerta para diversos tipos de problemas que podem ser minimizados com uma mudança nas rotinas de limpeza. A gripe provocada por vírus como o H1N1 e Influenza já são realidades há pelo menos uma década e o uso de álcool em gel diminui bastante o contágio de ambas. Da mesma forma a dengue é uma epidemia que afeta praticamente todas as regiões da cidade de São Paulo e pode ser contida com soluções de higiene.

Outra vantagem é que as novas rotinas e procedimentos adotados por muitos condomínios trouxeram sólida economia de insumos e acessórios, afinal os administradores precisaram lidar com uma demanda maior de produtos que já eram utilizados e, com isso, buscaram negociar melhor os preços de custo.

Diante desses fatos, a limpeza condominial e higienização das áreas comuns, assim como algumas rotinas estabelecidas devem permanecer apesar da flexibilização no pós-pandemia. O uso de EPIs pelos trabalhadores do condomínio também deve permanecer como forma de aumentar a segurança do trabalho para estes colaboradores. Por fim será importante a criação de campanhas e comunicações internas que videm a conscientização dos condôminos.



Feito só para você!
Corte de água e gás de condômino inadimplente é legítimo?…