Food trucks levam opções gastronômicas a condomínios durante o isolamento

Food trucks levam opções gastronômicas a condomínios durante o isolamento

Imagem 5 800x500 - Cysne Administradora de bens e Condomínios

24 abr Food trucks levam opções gastronômicas a condomínios durante o isolamento

A pandemia provocada pela disseminação do coronavírus trouxe a necessidade do isolamentos social e, com ele, mudanças no modo de consumo de alimentos e novas experiências.

Quem vive em condomínios, sejam eles horizontais ou verticais, por exemplo, tem mais uma opção para variar a rotina de preparar a comida em casa ou pedir delivery. Nos finais de semana, quando o ritmo do trabalho em home office costuma diminuir, a alternativa tem sido compras diretas em food trucks. Basta um contato do síndico e a oferta de sorvetes, pizzas, hambúrgueres e cervejas chega à área comum dos condomínios.

De acordo com a gestora comercial da rede Freddo Gelateria, Lyriane Mezomo, a ideia de ir até o cliente a bordo de um food truck veio da necessidade de inovar.

“Com as lojas fechadas, os sorvetes estavam sendo vendidos por delivery e takeaway, até que veio a ideia de levar o sorvete em grande quantidade diretamente ao consumidor. Muita gente estava sentindo saudade do nosso gelato”, conta.

Antes da pandemia, o condomínio onde a empresária vive já recebia, sistematicamente, a visita de fornecedores de alimentos, como verduras, pastéis, em um sistema semelhante de entrega.

“Com a queda nas vendas, deu um estalo: e se a gente passasse a levar sorvete nos condomínios durante a quarentena?”.

Com a ideia na cabeça, foi só adaptar um caminhão de entregas e fazer um teste, há cerca de um mês.

“A primeira visita foi no meu condomínio e foi um sucesso. A notícia se espalhou na vizinhança e outros síndicos nos procuraram e passamos a ampliar a área de atuação”.

De olho na prevenção, foi feito um ajuste na operação, com manuseio dos produtos com luvas, uso de máscaras pelos colaboradores e limpeza constante de cardápios e máquinas de cartão com álcool em gel.

“Para evitar aglomeração, também compramos cones para sinalizar o distanciamento na fila para a compra dos sorvetes, sempre feita de maneira ordenada”.

A aceitação do público foi tanta que a empresária diz que o sistema de food truck em condomínios já corresponde a 90% da arrecadação da Freddo neste período.

“As pessoas gostaram tanto de ter nossos sorvetes onde elas moram que já estudamos manter o sistema mesmo depois que a quarentena acabar”.

Pizza e cerveja

A oferta de produtos pelo serviço de food truck em condomínios em tempos de pandemia não se limita a sorvetes. Em outra frente, o empresário Luiz Otávio Almeida, da Pizza Express, está levando pizza quentinha para quem cumpre o isolamento à risca.

De acordo com o empresário, o contato inicial é feito pelos síndicos, que fazem o agendamento do dia da visita.

“Quando chegamos ao condomínio, o nosso menu é distribuído aos moradores e os pedidos podem ser feito por WhatsApp. Preparamos a pizza na hora e assim que fica pronta, a pessoa pode vir buscar”, explica.

No cardápio tem pizzas marguerita, calabresa, portuguesa, milho e bacon, frango com catupiry e chocolate com morango. A fatia sai por R$ 10 e a pizza de 25 cm custa R$ 25.

A Pizza Express tem trabalhado em parceria com Degustare Food, especializada em comida de boteco e hambúrgueres, e a We are Bastards, que adaptou uma kombi para levar chope artesanal gelado, tirado na hora, para quem vive em condomínios. Quem preferir também pode comprar um growler ou outros produtos ligados ao universo da cerveja.

“Foi o jeito que encontramos para dar a oportunidade às pessoas de saírem um pouco da rotina, mesmo que por um curto período, para espairecer e levar os produtos do bar que elas curtem para dentro de casa”, explica o empresário Alexandre Tarasevicius.

Para evitar aglomeração, os pedidos também são feitos via WhatsApp para retirada no food truck, que também cumpre os padrões de higiene exigidos em tempos de coronavírus. Quem preferir, pode receber o chope e a cerveja artesanal na porta de casa, o que reduz ainda mais o contato.

Fonte: Gazeta do Povo



Feito só para você!
Somente uma assembleia pode mudar valor Não é possível extirpar…