10 PRINCIPAIS ATRIBUIÇÕES DA ADMINISTRADORA DE CONDOMÍNIOS

10 PRINCIPAIS ATRIBUIÇÕES DA ADMINISTRADORA DE CONDOMÍNIOS

31 mar 10 PRINCIPAIS ATRIBUIÇÕES DA ADMINISTRADORA DE CONDOMÍNIOS

A gestão condominial pode ser comparada a de uma empresa, tamanho o número de atividades e processos a serem executados para o pleno funcionamento dos empreendimentos. Por essas e outras razões é cada vez mais comum que o síndico conte com o apoio de empresas especializadas em administração. Porém, ainda é comum haver dúvidas sobre as verdadeiras atribuições da administradora de condomínios.

Esse é o seu caso? Então acaba de chegar ao lugar certo! Vamos mostrar quais são as funções das administradoras e como fazer uma contração assertiva em seu condomínio. Acompanhe!

O que é uma administradora de condomínios?

A principal função de uma administradora de condomínios é auxiliar o síndico na gestão condominial. Portanto, essas empresas não substituem o trabalho do gestor, mas prestam o suporte necessário para que o desenvolvimento das atividades seja satisfatório.

Cabe à administradora trazer tranquilidade ao síndico e oferecer todo o apoio necessário em funções técnicas, legais, tributárias e administrativas.

Entre as diversas vantagens em contratar uma empresa competente está o tempo que o gestor condominial ganha para realizar outras atividades importantes ao empreendimento, sem se preocupar com a parte administrativa direta, como planejamento financeiro, folha de pagamento e contabilidade.

Porém, é importante frisar que, para que os serviços sejam realmente eficientes, é preciso contratar administradoras éticas, experientes e confiáveis.

Quais as atribuições da administradora de condomínios?

Antes de contratar uma empresa, é importante saber exatamente quais são as atribuições da administradora de condomínios. Veja agora quais são as 10 principais responsabilidades:

1 – Gestão das áreas administrativa, de recursos humanos, financeira e jurídica do condomínio;

2 – Oferecer suporte/informações técnicas para tomada de decisões de síndicos, conselho consultivo e condôminos;

3 – Gerenciamento de arquivos do condomínio e de documentos obrigatórios;

4 – Gestão dos equipamentos de segurança;

5 – Administração das áreas comuns, controle e cobrança dos aluguéis;

6 – Gerenciamento dos serviços e contratos dos fornecedores de conservação e manutenção;

7 – Gestão do consumo de água, luz e etc.;

8 – Assessoria nas áreas de engenharia, arquitetura, paisagismo e decoração;

9 – Diligências junto às concessionárias públicas;

10 – Suporte para realização das assembleias.

Para que a gestão seja eficiente é importante lembrar que para cada item acima citado há uma lista enorme de atividades que precisam ser bem executadas para garantir o bom funcionamento do condomínio.

Como fazer uma contratação assertiva?

Como dissemos, para que as atribuições da administradora de condomínios sejam executadas a contento, é essencial tomar alguns cuidados antes da contratação.

Afinal, essas empresas são responsáveis por movimentar grandes quantias em dinheiro todos os meses, relacionadas às cotas pagas por cada condômino.

Desse modo, falta de ética e credibilidade podem fazer com que, ao invés de contar com suporte, o empreendimento tenha sérios prejuízos.

Confira a seguir alguns fatores a serem analisados:

  • considere o tempo de atuação e a experiência no mercado;
  • verifique se a empresa está em dia com documentações, se possui certificações e tudo mais que demonstre sua idoneidade;
  • visite a sede;
  • peça referências a conhecidos, analise a reputação da empresa nos canais de relacionamento e em sites de reclamação;
  • conheça as tecnologias utilizadas;
  • solicite o modelo de pasta de prestação de contas;
  • conheça todo o suporte oferecido;
  • desconfie de preços muito baixos, incompatíveis com a realidade do mercado.

A Manager sabe que para você “não há lugar melhor no mundo do que a sua casa”, sendo assim, há 25 anos se dedica para que o seu condomínio, que é o seu lar, seja um lugar agradável de descanso e aconchego.

Com esse objetivo trabalha para, além dos serviços descritos acima, inovar e prover soluções para que o seu condomínio funcione da melhor maneira possível e para que os condôminos estejam assessorados nas mais diversas situações do cotidiano.

Agora que você sabe das atribuições e dos benefícios que as administradoras trazem para os condomínios, confira aqui quais são os tipos de gestão de condomínios.

Fonte: Manager