6 Dicas para deixar a gestão de contas do seu condomínio transparente

6 Dicas para deixar a gestão de contas do seu condomínio transparente

Cysne

22 jan 6 Dicas para deixar a gestão de contas do seu condomínio transparente

Condomínios são como micro cidades onde o síndico, o subsíndico e os conselheiros foram eleitos para cuidar da gestão do condomínio e são responsáveis por mantê-lo em ordem e também por suas contas. Os condôminos são como os cidadãos que devem cumprir as regras estabelecidas naquela micro cidade, assim como ajudar e fiscalizar a gestão, pois só reclamar e não participar não ajuda em nada a comunidade na qual se está inserido.

Só na cidade de São Paulo os condomínios geram cerca de R$ 11 bilhões/ano, este valor é duas vezes maior que orçamento de cidades grandes como Campinas ou Fortaleza. E neste mercado existe uma prática comum das empresas que prestam serviço oferecerem de 10 a 30% do valor do contrato para quem decide. Você não acha isso muito semelhante aos últimos noticiários da política brasileira?

Um dos pilares do Organize meu Condomínio é a transparência na gestão, pois não temos dúvidas que uma gestão transparente faz com que a comunidade seja mais colaborativa e que o patrimônio de todos no condomínio seja valorizado!

Aqui vão as dicas:

1- Publicar mensalmente o resumo das atividades da gestão

Essa publicação dá uma noção clara de tudo que está sendo realizado no condomínio, e se algum morador achar que algo não está claro ou não era prioridade possa fazer um questionamento ao síndico sem ter que esperar por uma assembleia.

2 – Extrato mensal da conta do condomínio publicado e disponível aos moradores.

Ter essa informação online e organizada com todos os extratos mês a mês em uma mesma pasta ajuda muito, pois o morador tem acesso a qualquer momento de forma simples e rápida.

3 – Balancete no boleto e online

Esta informação também deve estar sempre acessível e serve para mostrar aos moradores a saúde financeira do condomínio.

4 – Cotações e orçamentos

Uma boa prática em qualquer mercado para que não tenhamos dúvidas sobre a idoneidade na escolha de um fornecedor é a solicitação de 3 orçamentos, principalmente para obras mais caras. Estes orçamentos devem ser guardados, preferencialmente para uma melhor organização no portal do condomínio, para em caso de questionamento no futuro, o corpo diretivo possa mostrar que a empresa que foi escolhida possuía as melhores condições para o condomínio naquele momento.

5 – Criar um canal de comunicação eficiente

É essencial para uma gestão transparente. O morador quando tem dúvidas sobre a gestão precisa ter as suas dúvidas sanadas e o síndico por sua vez também não pode ser sobrecarregado em horários inconvenientes ou de forma desrespeitosa. Por isso no Organize meu Condomínio criamos um canal de comunicação como o de empresas com base na criação de tickets e toda a comunicação fica armazenada, o que faz que não exista perda de informação.

6 – Participação dos moradores

Quando os moradores interessados querem participar da gestão é importante que existam canais para isso, como a criação de comitês. Pode se ter um comitê para a reforma do salão de festas, ou para organização ações no período de férias escolares. Com mais gente ajudando é mais fácil conseguir os orçamentos e a gestão não fica centralizadora. Outra oportunidade é deixar a reunião do conselho aberta aos moradores, isso permite que os moradores interessados possam acompanhar as contas de perto.

Fonte: Organize meu Condomínio